quarta-feira, 7 de abril de 2010


Ela sentia-se fraca e vazia, mas ela sabia que essa não era a solução. Ela sabia que nada se resolveria desse jeito, apenas criaria novos problemas e dores para os que mais amava.
Mas então ela se perguntava: Qual a solução? Esconder, mais uma vez, todos os seus medos e dores? Encobrí-los com mentiras e ser forte - ou pelo menos parecer - até que possa estar sozinha e segura sob as cobertas na sua cama?
Ela apenas não entendia o porquê de tanta distância dos que amava.
Seus olhos já estavam fechados quando a última lágrima caiu. Ela sonharia em estar melhor pela manhã.

Por Michele Penteado.
© direitos reservados a autora

Um comentário:

Nana * disse...

Sou completamente apaixonada pelo seu blog. Seus textos tem uma profundidade e uma clareza maravilhosa.
Parabéns!
Tenho certeza que se você seguir a carreira de escritora vai fazer um enorme sucesso! :D
Beijos.

Postar um comentário